Feliz dia mundial do livro!

DSCN99025555

“Meus livros são minhas ferramentas. Também servem como meus conselheiros, minha consolação e meu conforto.” Charles Spurgeon

{♥}

Anúncios

O caçador de pipas, por Khaled Hosseini

img_1013

“Hassan e eu mamamos no mesmo peito. Demos os nossos primeiros passos na mesma grama do mesmo quintal. E, sob o mesmo teto, dissemos nossas primeiras palavras.
A minha foi baba.
A dele, Amir. O meu nome.
Olhando para trás, agora, fico pensando que os alicerces do que aconteceu no inverno de 1975 – e de tudo o que veio depois – já estavam contidos nessas primeiras palavras.”

Ao meu ver, o caçador de pipas representa o significado da verdadeira amizade. Da verdadeira lealdade, acima de qualquer coisa. Uma lealdade feita pela inocência de duas crianças e moldada pela maldade e pela covardia.
Mais do que palavras: gestos.
Alguém que te entende sem que você abra a boca, que sabe o que você precisa e que não vai medir esforços para te fazer feliz e para estar ao teu lado.

Quão longe você iria por um amigo? Quão forte você é para lutar por ele?
Pequenos momentos que definem uma vida inteira. A covardia, o medo, o calar quando se deve falar. As coisas que passam, as oportunidades perdidas, o desespero, a dor, o remorso. É um daqueles livros que ficam na memória por anos a fio e que doem, machucam a cada vez que você volta a pensar nele.

“Abri a boca e quase disse algo. Quase. O resto da minha vida poderia ter sido bem diferente se eu tivesse dito alguma coisa naquela hora. Mas não disse. Só fiquei olhando. Paralisado.”

Não vou falar muito e nem do quanto eu chorei ou de quão profundamente esse livro me marcou porque, além de perder a graça, acredito que a maioria já leu. Esse livro tem uma linguagem pesada, diferente e difícil de se acostumar, mas vale a pena.

Ele desperta a esperança, e mostra que sempre haverá o erro – mas sempre haverá também a segunda chance.

Minha avaliação: 5 estrelas.

Tag: Ler é sempre uma boa idéia!

img_4479john

Olá, pessoas! :)

Quem me convidou para essa tag foi a Elba e a Giu. Uma é uma das meninas mais próximas de mim, aqui no blog, e outra é minha quase xará fofa!
Eu já disse que não gosto muito de responder tags, né? Mas eu fico tão feliz quando me convidam para uma que vale a pena. Muito obrigada, meninas!

Vamos as regras:

– Citar o nome e o link de quem te enviou
– Indicar 2 livros (no mínimo) que leu em 2012 e gostou.
– Listar 3 livros (no mínimo) que deseja ler em 2013.
– Oferecer para 10 blogs e avisá-los.
– Não esquecer do Selo no post.

– Indicar 2 livros (no mínimo) que leu em 2012 e gostou.

1. A culpa é das estrelas – John Green
2.
 Feliz por nada – Martha Medeiros
3. Clube da luta – Chuck Palahniuk
4. Fazendo meu filme 4 – Paula Pimenta (na verdade, a série inteira!)
5. A menina que não sabia ler – John Harding

 – Listar 3 livros (no mínimo) que queira ler em 2013.

1. Equador – Miguel Sousa Tavares
2. Sociedade Secreta – Diana Peterfreund
3. A inveção de Hugo Cabret – Brian Selznick
4. As vantagens de ser invisível – Stephen Chbosky
5. Apaixonada por palavras – Paula Pimenta

– Oferecer para mais 10 pessoas ou blogs e avisá-los

Marah, Bia, Mona, Letícia e Lih!
Sei que eram 10 pessoas, mas quem eu pensei em convidar já tinha feito…

E é isso!

Até mais, pessoal!