{Projeto uma foto por dia} Semana 1

Olá, pessoal!
Esse mês eu resolvi participar novamente do projeto uma foto por dia (aqui), e estas são as fotos da primeira semana. (Quase) todas elas foram tiradas com o meu celular, emolduradas pelo aplicativo SquareIt e todas foram postadas diariamente no meu instagram!

Espero que gostem. :)

CYMERA_20140601_084808 CYMERA_20140602_220648 CYMERA_20140603_230958 CYMERA_20140604_121647 CYMERA_20140606_002734 CYMERA_20140606_130843 CYMERA_20140607_193318

– Dia 1 | Tema: Alegria
Dia de acordar cedo (espontaneamente), dia friozinho com raios de sol, dia de pegar o carro e encontrar a janela cheia de orvalho. Dia de igreja. Dia!

Dia 2 | Tema: Fazendo
Planejando novas coisas, novos lugares e novos sonhos. :)

– Dia 3 | Tema: Família
Mais do que uma casa, lar. Longe de ser perfeita, mas passando perto de todo o amor desse mundo! ♥

 Dia 4 | Tema: Comum/rotineiro
Andar de metrô. E pode ser bobo, mas só me faz pensar em quando eu estiver descendo na Leicester Square, na Picadilly Circus, na estação Hyde Park… (principalmente agora, nesse friozinho inspirador)

– Dia 5 | Tema: 11 horas
Meu céu nesse horário. Meu céu também para representar esse dia lindo cheio de coisas boas (incluindo uma das peças de teatro mais lindas que eu já vi)!

– Dia 6 | Tema: Aventura
Achei engraçado esse ser o tema desse dia, afinal, dirigir mais de 40km por um lugar em que você não lembra o caminho direito, se perder (por culpa do gps, sério!), se achar e conseguir chegar viva em casa, tudo isso com a sua irmã mais nova contigo no carro, é algo que eu definitivamente chamaria de aventura! Hahahaha! :)

– Dia 7 | Tema: Estampa
Uma das estampas mais gracinhas desse mundo ♥

E é isso, pessoal!
Para quem quiser acompanhar o projeto, todas as fotos vão para o meu instagram: @littleshine_
Até mais!

Anúncios

{19/52} OH, PAUL!

{19/52} "All your life... You were only waiting for this moment to arise. Blackbird, fly." ❤

{19/52} “All your life… You were only waiting for this moment to arise. Blackbird, fly.” ❤

Oi, pessoal!

A foto da semana é uma foto do show do Paul McCartney, como não poderia deixar de ser. (❤) Estava em dúvida de qual colocar.. Se uma minha com o meu bem, ou do show, ou com os meninos da fila… E resolvi colocar essa porque, além do céu lindo, o menino com a camisa dos The Beatles no meio da foto me inspirou. E ela resume tudo!

E as outras fotos da semana:

DSCN0045

Melhor do que sair da UnB à tarde e não ter que encarar dois ônibus + engarrafamento para chegar em casa é ser deixada de carro na porta de casa pela sua professora puro amor (e a Mari junto!) ❤

feliz feliz ganhando carona!

feliz feliz ganhando carona!

Não tem dia que não fique lindo assim!(Obrigada, meu amor) ❤

Não tem dia que não fique lindo assim!(Obrigada, meu amor) ❤

❤

E é isso, pessoal!

Foi uma semana pouco útil fotograficamente falando, mas foi a semana mais linda do ano até agora (e mais inesquecível também!).

Obrigada por tudo, sempre!

{❤}

{15/52} Oh, Nicole, it’s always sunny with you

{15/52} Nicole e o sol. ♥

{15/52} Nicole e o sol, no carro. ♥

*mil anos depois*

Oi, pessoal!
Sentiram minha falta? Ou ninguém nem notou que eu sumi? hahahaha
Bom, eu senti falta de vocês. Faculdade, cursinho, e o tempo que é bom… Mas meus dias têm sido lindos, o que compensa todo o resto!
A foto da semana foi tirada no carro, enquanto eu e minha família estávamos indo para uma chácara de um irmão da nossa igreja. Teve uma confraternização da igreja lá e foi maravilhoso, como sempre é! Eu achei tão… Singelo. Só olhei pra Nicole, e achei a cena linda. Tirei a foto!

E as outras fotos da semana (pouco produtiva, e que só deu Nicole!):
IMG_9982aaaaaa

IMG_99526666666

IMG_99535555555

IMG_995188888888

E é isso!
Espero que tenham gostado.

Obrigada por tudo, sempre, pessoal!

p.s.: TÃO feliz com os comentários fofos do post anterior, sobre as coisas que me fazem feliz. Ser capaz de sorrir com todas elas, lembrar de algumas outras e aprender um pouquinho mais é maravilhoso.

{♥}

A arte do esquecimento

25 de fevereiro

– Desculpa, filha, mas você vai ter que ficar sem lanchar hoje no colégio. Não consegui sacar dinheiro, porquê sua mãe levou todos os cartões de crédito com ela.
(Suspiros.)
-Tudo bem, pai. Ela deve ter esquecido.
– Com certeza esqueceu, como sempre esquece tudo! Hoje, se eu não tivesse lembrado ela, ela tinha levado os documentos do carro também! Você acredita que ela pegou o Sandero e meteu na poeira? O carro estava todo encerado, brilhando… E ela ainda queria continuar, só que eu tive que sair atrás dela correndo, tentando fazer ela parar… Não, sua mãe é irresponsável demais as vezes. Eu que tenho que lembrar de tudo, eu que tenho que avisar…

E continuou reclamando infinitamente. Chegamos na escola e ele combinou de ir me pegar na volta, seis horas em ponto – era dia de prova. Bateu o sinal e ele estava lá.

– Corre pra casa que eu estou morrendo de fome, pai!
– Culpa da sua mãe.
– Verdade, né? Vou ligar pra ela. (…) Mãe?

No trânsito, voltando para casa. Meu pai no volante, peguei o celular e liguei.

Mãe: Oi filha! Boa noite. Tudo bem por aí?
Filha: Mãe! Como assim você pegou o Sandero todo limpinho e colocou ele na poeira? E eu passei a tarde morrendo de fome, porquê a senhora levou todos os cartões de crédito e meu pai não conseguiu sacar dinheiro no banco!
Pai: Diz pra ela que se eu não tivesse perguntado e lembrado, ela teria levado os documentos do carro junto com ela também.
Filha: E meu pai disse que a senhora ia levando os documentos do carro junto, se ele não tivesse te lembrado.
Mãe: Uai, ele esquece os documentos comigo e eu que tenho que lembrar?
Filha: Pai, ela disse que o senhor esquece os documentos com ela e ela que tem que te lembrar?
Pai: Diz pra ela que ela guarda os documentos do carro naquela bolsa enorme dela e como é que eu acho?
Filha: Mãe, ele mandou dizer que a senhora fica guardando os documentos do carro na sua bolsa e..
Mãe: Mentira, porquê tava no painel do carro.
Filha: Ela disse que é mentira, porquê tava no painel do carro.
Pai: Fala pra ela que ela fica deixando os documentos do carro em um lugar onde eu não sei, e eu fico que nem doido procurando.
Filha: Mãe, ele disse que a senhora deixa os documentos em um lugar onde ele não sabe, e ele fica que nem doido procurando.
Mãe: Oras, mas o interesse é dele que não quer levar multa. Ele que tem que lembrar!
Filha: Pai, ela disse que o interesse é seu e o senhor que tem que lembrar.
Pai: Mas não fui eu que lembrei? Se eu não tivesse falado, ela ia levar os documentos com ela de novo!
Filha: Mãe, ele repetiu que mesmo assim, se ele não tivesse te lembrado, a senhora ia levar os documentos com você de novo.

Mamãe suspirou do outro lado da linha.
– Diz pra ele que eu o amo, então.
Pude imaginá-la sorrindo.

Filha: Pai, ela mandou dizer que te ama.

Olhei para o meu pai. A expressão briguenta e meio fechada virou um sorriso meio bobo e sem graça. Vi que ele tentou responder algo, talvez implicar um pouco novamente para “sair ganhando”, mas nada disse. Voltei para o telefone.
– Mãe, agora ele deu um sorrisinho bobo aqui e não sabe o que responder, por isso eu vou desligar. Beijo, te amo, tchau.
Desliguei.

“Um a zero pra ela, pai.”
Ele só sorriu.

Nota: isso aconteceu de verdade, há algum tempo, comigo. Eu achei lindo. Mas meio que me impressiona a facilidade que temos em brigar, em discutir e a nossa fragilidade perto de elogios e demonstrações genuínas de carinho. Não deveria ser o contrário?
De qualquer forma, responder nervosismo com amor sempre funciona. ♥

P.S.: Deixo aqui minha tristeza com a morte do Chorão.
E antes de vir alguém falar “Ah, nunca nem vi ouvindo uma música e agora que virar fã” “Ah, se ele fosse tão legal assim não se drogaria”:
Sejam mais maduros do que isso, pelo amor de Deus. A questão não é ser fã ou não, a questão é admiração e respeito. E a vida era dele, também. Cada um tem suas escolhas e não nos cabe julgar, certo? O que eu sei é que o Charlie Brown Jr., na voz do Chorão, marcou a geração anos 90 inteira com músicas de letras lindas, quase poesias.
Por isso, rest in peace, Chorão. :/