Já pensou em ter um porquinho-da-índia?

IMG_8378

Depois que escrevi esse post apresentando a minha Julie,  vi que muita gente gostou, disse que era lindinha e disse que tinha vontade de ter uma também, além de terem me perguntado várias coisas. E como tudo é motivo pra falar mais da porquinha-da-índia mais fofa do Brasil, aqui estou!

Antes de qualquer coisa: Julie é a minha porquinha-da-índia.
Vou usar bastante ela como exemplo nesse post!

Essas são dicas para quem quer ter um, como cuidar e das coisas que são necessárias.
Espero que gostem! :)

Comprando seu porquinho da índia e primeiros passos

Um porquinho-da-índia custa de 10 a 40 reais. Ele precisará de uma casinha e comida.

1. A casinha: Você pode comprar uma gaiola, mas ela terá de ser grande. Mas, não gosto de gaiolas… Me passa a sensação de algo preso, triste. Porquê não tentar fazer a casinha você mesmo?
Ainda não fiz com a minha Julie, mas farei em breve. Quero construir algo parecido com um cercadinho, aberto em cima e grandinho, onde ela possa correr dentro. *-*

2. Comida: Porquinhos-da-índia comem bastante, e há uma ração apropriada para eles (você encontra em qualquer pet shop/casa veterinária). 1kg da ração é cerca de 5 reais e dura mais ou menos 1 mês.

Cuidados com o seu porquinho da índia
Comprou seu porquinho-da-índia e já se apaixonou? Então agora, vamos cuidar dele!

1. Alimentação:
Como eu disse ali em cima: eles comem muito, então é preciso dar comida pela manhã e pela à noite. A comida é basicamente a ração, mas é muito recomendado dar também frutas, verduras e legumes.
Sugestões: brócolis, couve-flor e cenoura.

(Aqui em casa, como a Julie é muuuuuuuito mimada por todo mundo, durante o dia minha irmã vai lá e dá um pedacinho de cenoura, meu pai dá um pouquinho de brócolis, mamãe dá couve-flor…)

Alimentos PROIBIDOS:
Batatas
Verduras claras
Alface
Frutas cítricas
Alimentos industrializados
Ração de outros animais.

2. Limpeza e cuidados da casinha:
Essa talvez seja a parte mais trabalhosa de ter um porquinho da índia.
A casinha não pode ter contato direto com a luz do sol (Eles não podem ser expostos ao sol por muito tempo! Podem até morrer…) mas deve estar em um lugar claro. Para forrar a casinha, você pode usar jornal, papel ou feno.

Recomendo usar o feno, e você deve sempre trocar a cada semana.
Se usar jornal ou papel, tem de trocar todos os dias.

3. Banho e higiene:
Para dar banho, use uma bacia com água morna, e tome cuidado de não deixar água entrar nas orelhinhas. Você pode usar shampoo especial para roedores ou sabonete neutro.
No final, seque com um secador em intensidade fraca.
(Veja mais aqui!)

Porquinhos da índia não precisam tomar banho com frequência. O ideal é um banho a cada seis meses.

Deve-se cortar as unhas regularmente.

Conhecendo seu porquinho da índia

1. Eles são muito dóceis. Raramente mordem – exceto quando se machucam ou se sentem perturbados. Dê carinho, cuide com amor e ele com certeza vai retribuir! Quando você começa a passar a mão no pelo deles, eles começam a “ronronar”. É um sinal de que estão satisfeitos. {♥}

2. O tempo médio de vida é de 4 a 8 anos. :/

3. Nunca, nunca, NUNCA vire seu porquinho-da-índia com a barriga para cima, pois eles ficam sem ar e podem morrer. Tome cuidado com quedas também, principalmente nos primeiros meses, pois também podem ser fatais.

4. Eles são muito espertos. Cuidado com qualquer tipo de objeto “maleável” (fones de ouvido, folhas de papel, plásticos resistentes..) porquê eles vão lá com os dentinhos e… OPA! Quebrou!

Aliás, a Julie ainda me deve um fone de ouvido e um pedacinho de um livro meu.

5. Eles reconhecem as pessoas da família.

Exemplo 1: Aqui em casa, eu sou a preferida da Julie.
Se a Nicole estiver segurando a Julie e chegar perto de mim, a Julie começa a ficar se mexendo até conseguir pular até mim e, depois que consegue, volta a ficar quietinha.

Exemplo 2: Quem dá comida para Julie, geralmente, é a mamãe.
A casinha dela fica numa área de frente pra cozinha. Se minha mãe aparecer na cozinha a qualquer hora do dia, a Julie começa a gritar e só para quando a mamãe vai na casinha dela com alguma comida.
Se eu, a Nicole ou meu pai formos na cozinha, ela permanece quietinha.

(Essa sem vergonha! auhauhauaha)

6. Eles amam ficar em “cantinhos”.
Principalmente a dobrinha entre o pescoço e o ombro. É o lugar que a Julie mais gosta de ficar em todo mundo! Se colocar ela no braço, ela corre até o pescoço. E meu amor tinha uma que também era do mesmo jeito.
Por isso as unhas devem estar aparadas!
Além disso, eles gostam de cantinhos escuros, lugares pequenos e aconchegantes.

7. Eles são quietos.
Não correm muito, não fazem muito barulho.

8. Eles são muito mais legais do que hamsters.
Desculpa se você tem um hamster, mas eu precisava dizer isso! hahahahahaha É porquê eles são tão fofos e carinhosos… E eu já fui mordida por um hamster. Esses anti-sociais, oras.

(Brincadeira. São duas forminhas de vida diferentes, mas lindas!)

edit:

9. Algumas meninas aqui nos comentários me lembraram de duas coisas MUITO importante que eu esqueci de falar aqui!!
Cachorros.

Nunca, nunca, nunca, NUNCA e em hipótese nenhuma deixe seu porquinho-da-índia perto de um cachorro. O cachorro provavelmente vai matá-lo! =(
Aqui em casa tenho uma poodle e um boxer e eles ficam bem longes da Julie, nem chegam perto pra não ter perigo.

10. Minha porquinha-da-índia nunca vai “namorar”. Não quero! auhuahau =(
Mas, quando for colocar seu porquinho-da-índia para cruzar, saiba que eles fazem MUITO barulho e procriam muito também!

E é isso!

Espero que tenha ajudado ou incentivado alguém que queira ter um ou que tem e não sabe exatamente como cuidar.

Obrigada por tudo, pessoal!

{♥}

Anúncios

Oi, Julie!

IMG_8378

Conseguem ver ali no canto da foto o ser pequenininho e míope que tá no meu pescoço? Hahahahahahaha!

Apresento a vocês a porquinha-da-índia mais fofa de todas as porquinhas-da-índia fofas do mundo das porquinhas-da-índia e do universo de todos os mundos dos universos! {♥♥♥}
(Não, não era pra entender. É só pra demonstrar o tamanhão do amor mesmo!)

Essa é a Julie, minha porquinha-da-índia!
Hoje ela tem quase quatro meses e foi um presente do meu amor pra mim (obrigada de novo, meu bem!).
Sim, me deram um porquinho-da-índia de presente! Nunca pensei em ter um desses como animalzinho de estimação e por isso, no começo fiquei meio assustada… Não sabia nem como pegar, quem dirá cuidar!

Hoje ela é o xodózinho da casa e já conquistou todo mundo. ♥

6

Isso foi no primeiro dia dela aqui em casa. Toda quietinha, nos cantinhos, e tão pequenininha!

Photo0551_001_001

Com um mês e pouquinho. Esse é o lugar que ela mais gosta de ficar. ♥

Ela é muito, muito dócil. Nunca me mordeu! E ela gosta de cantinhos, lugares escuros e calminhos. Quando você faz carinho nela ela vira a cabecinha e começa a dar mordidinhas e fica lambendo seu dedo. Sem contar que ela… Ronrona! auhauhaua Fica fazendo uns barulhinhos quando a gente faz carinho.

3

Ela não tá mordendo não! Tá fazendo carinho em mim. *-*

5

Minha irmã. Não larga dela o dia INTEIRO!

E aqui somos eu e a Nicole, acabando com a reputação da Julie:
(Lindinha, lindinha, lindinha!)
4

1{♥}

Own, mamãe! Ela não é a coisa mais fofa desse mundo?
E todo mundo aqui em casa ama ela. Toda lindinha!

O nome “Julie” foi meu amor que deu também. É um trocadilho bobo com o meu nome. hahahaha!
Por últimos, ficam aqui os devidos créditos da primeira foto desse post para a Nicole, minha irmã, nossa futura fotógrafa profissional. *-*

Obrigada por tudo, pessoal!