Fotógrafo profissional x fotógrafo amador. Qual a diferença?

IMG_9100

No dicionário:
Fotógrafo s.m. Aquele que se dedica à fotografia.

Repetindo: Fotógrafo é aquele que SE DEDICA à fotografia.
Essa frase já resume tudo! Entendê-la é o principal ponto de partida.

Semelhanças entre os dois tipos de fotógrafos:
Os dois se dedicam à fotografia. Os dois estudam sobre a fotografia. Os dois sabem o que é ISO. Os dois sabem fotografar no modo manual da câmera. Os dois sabem quem é a Anne Leibovitz. Os dois levam a câmera para qualquer lugar. Os dois tem um flickr. Os dois ficam criando composições e cenas na cabeça. Os dois sabem o que é balanço de branco. Os dois se preocupam com a regra dos três terços. Os dois sonham com equipamentos novos.
Só que um deles vive  exclusivamente da fotografia, e este é o fotógrafo profissional.
O outro tem a fotografia como hobbie, sendo chamado de fotógrafo amador.

Mesmo generalizando um pouco, o que quero dizer com isso é simples: o que difere um fotógrafo profissional de um amador é apenas a questão econômica.

O termo “amador”, em especial, acabou se tornando pejorativo com o passar dos tempos, como se por ser amador o fotógrafo fosse pior do que o profissional. Isso não é verdade! Até porque, ser fotógrafo é se dedicar e gastar tempo e estudo com a fotografia (o que os dois são), e conheço inúmeros fotógrafos amadores melhores do que fotógrafos profissionais. Para entender melhor, o termo “profissional” diz respeito somente à profissão – e todos nós sabemos que há muitos profissionais que realizam trabalhos ruins aí fora, não é? :)

IMG_9157

E então, a partir do momento que esses esclarecimentos são feitos, chegamos a duas questões muito importantes:
Gente que se valoriza demais x Gente que não se valoriza.

1. A banalização da fotografia. Ter uma câmera semi ou profissional não faz de você um fotógrafo. Não é porque você sabe apertar o botão de disparo da câmera e “tá vendo uma coisa legal” que você sabe fotografar. Deixa eu dizer uma coisa: lembra os 1.300,00 que você pagou na sua primeira DSLR? O estudo, a técnica e a prática não vem junto no kit – Isso só se conquista com a dedicação. O ser fotógrafo! A definição é muito certa e não abre margem para erro.

2. Se você merece ser chamado assim, não tenha medo de dizer que é um fotógrafo – mesmo que não trabalhe com isso. Se você busca aprender, pesquisa, procura sobre técnicas, busca sobre a história da fotografia… Porque não receber o título? Fotógrafo sim, mas amador. E isso não te faz menor do que ninguém!

Eu sou (mais do que) suspeita para falar, mas a fotografia é encantadora. Captar emoções e cenas através dos olhos de alguém e eternizar momentos… Quão lindo isso é?
Mas, apesar de tudo, a fotografia é tão importante quanto qualquer outra ciência. Ela também tem uma história, um surgimento, pessoas importantes, técnicas a estudar e inúmeras coisas a aprender. Me chamaram de pequena artista esses dias, e fiquei pensando nisso… De fato, é uma das artes mais bonitas! Pesquisando, descobri que é bonita inclusive na origem do nome:
Fotografia, do grego fós (“luz”) + grafis (“estilo”, “pincel”) = “A arte de desenhar com luz e contraste”.
{♥}

E então? Dúvidas esclarecidas?
O que fica no final é apenas uma coisa: a dedicação (estudo, conhecimento, tempo e prática) é o que te faz um fotógrafo. Amador ou profissional é o que menos importa na equação final. :)

Obrigada por tudo, pessoal.
Sempre!

Até mais!

5 comentários sobre “Fotógrafo profissional x fotógrafo amador. Qual a diferença?

Olá! Comente e volte sempre! :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s