Filmografia: O ataque

collage

1. O ataque (2013):

Fui assistir esse filme com a minha família inteira. Motivos pelos quais eu deveria tê-lo odiado:
1. Estava de salto alto, logo, meus pés estavam doendo;
2. O lugar estava lotado, o que me irrita bastante;
3. Fomos assistir um filme de ação. Não gosto de filmes de ação. (Muito pow-pow-pow, poucas situações inteligentes e lógicas)
4. Estava com dor de cabeça.

Mas daí as coisas mudaram depois de dez minutos na sala de cinema.
O filme fala sobre John Cale e sua filha, Emily Cale, que estavam na Casa Branca quando esta foi atacada por um grupo paramilitar dos tensos. O presidente corre perigo e cabe a John protegê-lo.
Olha, já vou adiantar: esse filme é incrível. Muito, realmente muito bom. Como sempre acontece com coisas que eu gosto muito, provavelmente terei dificuldades em falar sobre ele, mas vamos lá.

Esse filme é muito inteligente! O que me fascinou nele, além de todas as situações surpreendentes, é que ele é possível. Não um filme sensacionalista com aquele bocado de situações forçadas, típicas de filmes de ação. Não! Poderia acontecer hoje ou amanhã. O filme, além de ser de ação, fala também sobre poder: mostra a inteligência que pode ser usada para bem ou para mal; fala sobre o poder do dinheiro nas pessoas e suas consequências. Principalmente, fala sobre quão imprevisíveis as pessoas podem ser. Esses aí que estão ao seu lado, você realmente pode confiar? Quantos deles podem te trair amanhã?

Da mesma forma, mostra que as pessoas que realmente podemos confiar se mostram dignas em momentos extremos. Além disso, o filme fala sobre questões mais pessoais, como a relação de amor entre pai e filha do John x Emily. Lindo! “A Casa Branca tá explodindo e todo mundo vai morrer mas eu não saio daqui sem a minha filha”. Por último, é um filme bastante nacionalista. Me deu vontade de ter nascido nos Estados Unidos e dizer que esse país é meu e quanto orgulho eu sinto dele. Mostra extremamente o poder que os EUA tem de ressurgir do nada, de reerguer-se novamente, apesar de tudo – e isso é retratado no filme de uma forma muito bonita.

Entendem?

Pontos principais:
1. Mamãe disse que esse filme parece com Independence Day, no sentido do nacionalismo americano. Inclusive, é do mesmo diretor.
2. A cena da menina com a bandeira. Oh. O cinema inteiro estremeceu e eu chorei, vou dizer. Que cena linda, meu Deus!
3. O presidente é o melhor do mundo. Jamie Foxx fez um grande trabalho nesse filme, assim como o Tatum.

Minha classificação: 4/5 estrelas.
Para o que se propõe, é um filme acima da média. Gostei muito!
(Com exceção da cena da menina com a bandeira, que merece cinco estrelas fácil)


E vocês?
Já assistiram esse filme?

Até mais, pessoal, e obrigada por tudo!

4 comentários sobre “Filmografia: O ataque

  1. Anna Ju! Que saudade!
    Olha, eu vou falar que eu ODEIO nacionalismo americano, acho um saco. Mas o que você indica que pode ser ruim? vou tentar ver.
    E o Romeu, melhorou? vi você dizendo que ele estava tristinho no twitter. Espero que esteja bem.
    Eu tô meia sumida tbm, mas vou começar a me esforçar. Bjbj

    • Mesmo?
      Ah, então não veja não, Mona flor, porquê não vai gostar auhauhauhauha Hm… já assistiu “Invasão a casa branca”? Dizem que ficou bem parecido.
      Mas eu gostei bastante desse filme!

      Romeu melhorou, graças a Deus. Reagiu aos remédios e já tá todo saltitante pela casa de novo. ♥

      Faça isso mesmo, porque você faz falta, moça.
      Beijo!

Olá! Comente e volte sempre! :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s