Acorda Brasília! – Minha experiência

age20130620650O sobrenome é significado.
O nome é falta de.

Estou triste. Quem viu meus dois últimos posts (x e x) talvez estranhe a minha forma de falar agora, mas eu passei de alguém que sonhava e lutava para dias melhores e mudanças para alguém que prefere assistir as manifestações da televisão de casa.

Eu trocava facilmente os quase 50 mil de quinta pelos meus 10 mil de segunda…

Não se ouviam vozes juntas, nem gritos unidos. Vi gente fumando, vi gente drogada, vi gente bebendo. Vi gente se beijando. Vuvuzelas, tambores, gente tirando foto fazendo pose e mais me pareceu uma festa do que qualquer coisa. Mal cantamos o hino! Daí a questão é: não é da minha conta o que você faz ou deixa de fazer, mas acho que em lugares e manifestações assim o coletivo deve prevalecer, certo? Eu queria a causa. Aquele sentimento romântico de gritar frases juntas estendendo os braços e sorrindo uns para os outros. “Copa, eu abro mão! Quero dinheiro para saúde e educação!”
E ainda assim, tava lindo. Mas não tava lindo. Entende? Éramos tantos! Poderíamos ter ido tão longe..

Como não conseguiram invadir o Congresso Nacional dessa vez, começou: coquetel molotov, agressão aos policiais (inclusive um que foi ferido por que jogaram uma garrafa de vidro com fogo dentro na cabeça dele) e o quebrar por quebrar. Quebraram o Itamaraty, tacaram fogo, quebraram o vidro da Catedral, queriam tacar fogo na bandeira. Uma frase que eu ouvi e resume tudo: “O problema não é vandalismo, ele é necessário às vezes. O problema é o vandalismo sem foco e sem sentido.”

Fui embora passando muito mal por causa das bombas de efeito moral que os policiais jogaram, e com o efeito piorado por causa da minha asma… E não tenho vontade de voltar. Sei lá…Segunda feira foi tão lindo. Perdeu-se o significado, e eu não sei se temos a capacidade de trazê-lo a tona de novo.

Por último, com relação à declaração da Dilma: gostei.
Ela deu três medidas práticas de uma vez só para cada uma das nossas principais reivindicações (saúde, educação e transporte). “Ah, duvido que ela vai cumprir!”: olha, pior do que tá não fica. E se a presidente do Brasil foi à televisão dar a cara a tapa e propôs uma solução, acho que o mínimo que podemos fazer é dar um voto de confiança e esperar para ver o rumo que as coisas vão levar, certo?
Mas a única coisa que realmente me incomodou no discurso dela foi a questão dos médicos. Dilma, meu anjo: tem 55 mil médicos esperando validação do diploma aqui no Brasil e você vai trazer mais da Europa? Sério? Quando eles chegarem aqui, eles não vão ter de validar os diplomas deles também não?

Enfim.
Espero mesmo que as coisas melhorem, tomem um rumo e que essa onda de caos suma desse Brasil. :/

 

9 comentários sobre “Acorda Brasília! – Minha experiência

  1. onw minha Jú te entendo, quando teve manifestação aqui em Teresina cara foi lindo, vi o brilho no olho de todos, que tava lá pra pedir melhorias de verdade de coração, de cara limpa, não foi registrado nem um tipo de vandalismo do tipo, fiquei tão contente porque aqui por estas banda por onde moro o povo é “rabo presso” alienado com ligações politicas sabe, não sabia que ia viver pra ver isso, foi épico..mas percebi que agora não tá a mesma coisa a maioria do pessoal vai só pela bagunça sem proposito nenhum, pura mulecagem, ninguém liga pra nada só pra colocar a fotinha no instagram, só o que rola é puro vandalismo, e eu sou totalmente contra isso, ai! dá muito raiva, porque o pessoal perdeu totalmente o foco, é muito decepcionante e desmotivador isso.

    • Tu acabou de dizer tudo o que eu penso e sinto agora, moça. :/
      Ô Marah… Eu tava feliz com isso tudo. Eu tava achando lindo ver o meu povo se mover, de coração, sabe? Com esperança, querendo ver melhoras para esse país. E agora… É que nem você disse: puro vandalismo sem motivo nenhum! Acho que uma das coisas que mais me deixou triste foi terem tentado queimar a bandeira que fica atrás do Congresso, aqui em Brasília. A bandeira é o símbolo maior do país! Qual é o sentido disso? E o Itamaraty, a Catedral…
      Me decepcionou e desmotivou também, flor. :/

  2. Poxa vida né Ju! Pq existem pessoas assim, com prazer em depredar, vandalizar e desmoralizar um movimento que estava tão maravilhoso!? Fiquei triste tbm!
    Manifestantes lutando pelos seus direitos sem perder a razão!! É isso que queremos!! Mostrar que estamos aqui para lutar pelas melhorias em nosso país, que o imposto absurdo que pagamos tem que ser revertido ao nosso favor, e não lutar como bichos destruindo tudo o que se vê, machucando pessoas inocentes que estão em busca de um país melhor, policiais que estão fazendo seu trabalho (tem as exceções) … pais de família! Situação lamentável… mto triste tbm…

    Adorei o post!
    Beijos linda!
    http://4ladiesblog.com/

  3. Sou totalmente contra o vandalismo, parece um bando de gente a toa que não tem o que fazer e se junta a uma causa nobre… mas não fica assim não, Ju, infelizmente, existem pessoas vazias assim :'( De qualquer forma, também existem aqueles bons e que tem motivos para “lutar”, sei que não é suficiente, mas é o que eu tenho para lhe confortar no momento…

    Beijocas,
    http://mmsparadise.com

  4. Acho que esse sentimento tem atingido todos que viram o inicio das manifestações em todo o país, e o que elas acabaram se tornando nos ultimos dias… como vc disse, uma festa, um pouco de vandalismo, e quase nenhum foco. Mas acho que foi válido pelas vitórias quanto à revogação do preço das passagens em algumas cidades, e também pelo alerta ao governo de que estamos insatisfeitos, o que levou ao pronunciamento da presidenta, que também achei muito válido e espero que se realize o mais breve possível.

    Enfim, agora sabemos que temos poder e podemos lutar por outras causas que venham a surgir… só é uma pena que ainda tenha tanta gente que não aproveita o momento político pra buscar se informar mais profundamente sobre os assuntos vigentes!

    beijos!

  5. Eu tava assistindo o jornal ao vivo vendo as manifestações em Brasília e vendo a “bagunça” ( desculpa, o termo) que se tornou, quando simplesmente começaram a atirar pedras e objetos e começaram a vandalizar. E fiquei imaginando se vc estaria por lá vendo tudo e bem.
    Sou neutra, Jú, completamente. Politicamente. Já vi vários blogs falando sobre, li seus posts e toda empolgação e prefiro ficar na minha nesse quesito.
    Porém, a falta de foco é visível.:/
    beijos, sua linda.

  6. Sabe que eu to com um sentimento beeem parecido?
    Aqui em Curitiba também tá assim… As últimas manifestações acabaram em bagunça, torcidas organizadas no meio, lojas saqueadas… dá um desânimo em perceber que a mudança precisa vir de mais direções do que a gente imaginava… Mas veremos! O tempo nos mostra os resultados. E eu ainda acredito que eles serão bons resultados, mas vai demorar um pouquinho mais ainda…
    Beijos! *:

  7. Isso é mesmo chato. Estava tudo muito lindo no começo, mas aí chegam as pessoas que querem tumultuar, transformar os manifestos em baladas. Muito triste, Brasil. :( Mas eu ainda tenho esperanças no nosso país, Ju! Tenha você também, são pessoas positivas como você que o levam pra frente. Beijão, flor!

Olá! Comente e volte sempre! :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s