Viagem – Buenos Aires – Cemitério da Recoleta! (parte 3)

buenos12

“Esperamos o Senhor”. Entrada do Cemitério da Recoleta!

Olá, pessoal!

Essa é a última parte dos posts sobre Buenos Aires. Espero que vocês tenham gostado tanto de lê-los como eu gostei de fazê-los! :)

Certo, quem viaja e tira mais fotos de um “cemitério turístico” do que da própria cidade em si?
Resposta: Eu.

Pode parecer meio macabro dizer isso, mas o Cemitério da Recoleta foi um dos lugares mais, mais, mais fantásticos que já tive a oportunidade de conhecer.
O cemitério se tornou uma espécie de museu. Um dos maiores motivos para isso é o fato de que o corpo da Evita Perón (ex primeira dama da Argentina) está enterrado lá.

1

8

5

Esse é o túmulo da Evita Perón. É bem simples, nada extravagante como a maioria dos outros nesse cemitério. Até hoje, todos os dias várias e várias pessoas vão lá e deixam flores, bilhetes, tiram fotos.
É um tanto bonito ver que até hoje existem pessoas que ainda a admiram pelo que ela foi.

7

Inscrição no túmulo da Evita. :)

6

4

Daí você olha para o lado e tem uma tumba com um “anjo” guardando a porta. Isso dá medo, falando sério! auhauhauah Mas é fascinante, ao mesmo tempo. Não é?

3

De todas as fotos que tirei lá, essa é a minha preferida.

12

10

Uma família inteira enterrada na mesma tumba!

11

Tudo é muito lindo e muito macabro ao mesmo tempo. É tudo tão bem feito! Nesse cemitério, apenas as pessoas mais importantes eram enterradas lá e não existem túmulos e caixões “normais”. Existem milhares de catedrais pequenas, estátuas, tumbas gigantes para uma única pessoa. É impressionante!

9

8

24

Anjos, muitos anjos.
Fiquei andando e olhando para todas essas coisas e tentei pensar no porquê de cada uma delas estar ali. Quem foram aquelas pessoas? Qual a sua história? Poderiam ter sido professores, heróis de guerra, presidentes… Ou pessoas comuns.

Lá é um cemitério mas não parece ser um. Sabe aquele cheiro e ar pesado? Não tem lá. É como se fosse um museu gigante com uma decoração de gosto duvidoso. Mas daí as vezes eu parava e me tocava que tinha gente morta em todos os lugares ao meu redor e isso só me deixava mais impressionada.

23

21

Algo que me deixou com uma sensação ruim é que tem várias tumbas com partes de vidro. Várias dessas estavam quebradas, danificadas. Não sei se foi a ação do tempo ou alguém desrespeitando os corpos ali, mas algo que sei é que EU nunca andaria nesse lugar a noite. E o tenho dito! auhauhauah

19

18

17

Esse portinha de madeira estava numa das últimas ruas do cemitério, escondida bem no cantinho.

16

Você andando por uma ruela pequenininha de um dos cemitérios mais famosos da América do Sul, encontra uma portinha enferrujada aberta e ouve vozes lá de dentro.
Não sei se eram turistas, almas do além ou os próprios mortos se levantando, mas vou te dizer uma coisa: Eu não fiquei pra descobrir!

15

É tudo muito grande, lá. Não só as tumbas e nomes e inscrições… Mas o lugar por si. É imenso! E tem muitas ruas, ruelas, entradas e becos lá dentro. Quando você acha que viu tudo, vira numa esquina e encontra mais histórias, mais túmulos, mais coisa pra ver. É realmente muito muito grande.

14

13

22

20

Por último, há uma entrada lateral do cemitério. Lá fica um homem de pé, todo de preto, completamente imóvel e com os olhos fechados. Vou falar: até eu arrepiei.
Daí, claro que tem alguns espertinhos que vão lá e tiram fotos e de vez em quando o “morto” mexe levemente o braço ou a posição e é engraçado ver a pessoa correndo, desesperada. hahahahahahahahaha

26

27

25

Fim!

Sei que devo ter usado demais as palavras “impressionante”, “macabro” e “fantástico”, mas não consigo descrever esse lugar de outra forma…
Espero que tenham gostado de conhecer um pouquinho do Cemitério da Recoleta comigo e não me achem doida demais por ter achado esse lugar tão incrível. hahaha!

Obrigada por tudo, sempre!

P.s.: FELIZ VALENTINE’S DAY PRA TODO MUNDO! {♥}

Anúncios

13 comentários sobre “Viagem – Buenos Aires – Cemitério da Recoleta! (parte 3)

  1. Deeeeeeeeus, que macabro, e fantástico! hahahaha. E não tem aquele tanto de grama que todo cemitério tem…
    E fascinante também… Mas acho que se fosse eu ali, do jeito que sou medrosa, ficaria de braços dados com umas duas pessoas, orando, tremendo, rindo de nervoso e andando rapidinho… hahahahaha. E pelo cara paradinho na porta, eu teria chorado e não só ter me arrepiado! (é sério…) kkkkk. Me arrepiei só de ver as fotos!
    Mas ficaram adoráveis, mesmo sendo de túmulos de um monte de gente morta que fica fazendo a reunião dos mortos atrás da portinha escondida de madeira. *-*

  2. Muito incrível mesmo! Eu não gosto muito de estar em cemitérios, mas tem uns que realmente me impressionam. Ótima experiência a sua, Anna. E o obrigada por compartilhar com a gente! Beijinhos, flor!

    desabafosdeumatola.blogspot.com

Olá! Comente e volte sempre! :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s